A Terra vista do espaço

Pedro passava as horas do dia tentando resolver seus problemas. Financeiros, amorosos, profissionais. Seus últimos exames também não davam boas notícias. Pedro precisava se cuidar mais, comer melhor, caminhar, olhar o sol. Ele precisava mudar tudo.

À noite, para dormir melhor, ele leu um artigo sobre o que fazer nesses tempos de crise. Nada poderia ser mudado de um dia para o outro, era preciso saber esperar. Aquelas linhas de conselhos, no entanto,  deram a ele um pouco mais do que um simples pedido de paciência.

“Pare e sonhe. Não importa o quanto a sua vida está confuso. Sonhe!” Pedro não entendeu o pedido ou já não tinha forças para sonhar. Caiu no sono e sonhou.

Um homem se aproximou dele e disse: “Voe até Júpiter”. Em seus sonhos, Pedro imediatamente construiu uma nave, atravessou todas as camadas do nosso céu, pairou no espaço por um tempo até encontrar Júpiter.

Do espaço, Pedro viu, bem de longe, a Terra. Seus problemas, seus medos, seus desamores. Tudo estava lá, bem longe.  Quanto mais ele se afastava daqui, menores ficavam os seus anseios deixados neste planeta.

Era tudo questão de ponto de vista. Pedro acordou na Terra, mas lembrou de empurrar para longe os seus maus pensamentos. E, assim, ficou mais fácil de resolvê-los.

texto inspirado por:
esse outro texto da revista Darling
e por esse filme:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s